Mensagens

Uma musa danificada

Ela não precisa de álcool para se libertar, não tem medo de se mostrar como é, ela é livre, ela é autêntica. 
Ela gosta de dançar, não há amarras que a impeçam de libertar o seu corpinho frágil, exprimir-se ao ritmo electrizante da música. Não tem medo de nada nem de ninguém.
Vejo nos seus olhos que está triste, está danificada, as experiências com a vida deixou-lhe marcas, sem se preocupar com o dia de amanhã mas ela chegou a um ponto que não se importa.

Danificou-se tanto por dentro que só quer saber de si e da sua cura, as tolices ficam para um dia se acontecer. Está na hora de ser uma mulher, ser independente, ter alguém que a possa proteger com vigor do seu abraço.






Ao fim do dia, é uma menina a chorar por dias melhores.
Só quer que seja sexta feira à noite para ir dançar com as amigas.


Não diz a ninguém o que sente, as emoções já fazem parte dela. Quem será o sortudo que arrancará a toxicidade dentro dela antes que faça alguma tolice?


Miguel Oliveira

Retrospetivas x Resoluções

ACMA | Ambição

Manias de um Millennial

Pressão

Apesar de ser Estranho || Entrevista Parte 2

Apesar de ser Estranho || Book Review + Entrevista à Autora

O fim de um Stalker

5 posts antigos que merecem ser vistos

Crónicas de um stalker #5